5 dicas para um gratinado perfeito

5 dicas para um gratinado perfeito

Dicas para um gratinado perfeito

Aquele prato douradinho, com uma camada borbulhante de queijo por cima agrada a maioria dos paladares. Essa é uma técnica francesa que tem como finalidade dar a textura dos alimentos – ideal para manter o calor e a umidade do prato, resultado em assados mais cremosos por dentro e crocantes por fora.

O gratinado pode ser aplicado numa variedade de receitas – de carnes, legumes e até mesmo massas e omeletes. Confira agora dicas infalíveis para fazer o gratinado perfeito e surpreender seus convidados com uma refeição impecável.

1: O ponto certo (e um truque)

Para gratinar, a regra vai muito além do que cobrir o prato com queijo. Em alguns casos, isso pode prejudicar a textura e suculência do alimento. Por isso, prefira gratinar em pedaços, principalmente se for uma carne ou frango. 

E se você quer garantir o ponto certo do seu gratinado, basta desligar o forno quando o queijo começar a levantar bolhas.

2: Cuidado com a temperatura

Um dos grandes erros de quem quer um gratinado perfeito é levar ao forno pratos gelados. Quando em temperatura baixa, o alimento não consegue aquecer antes do queijo gratinar. A dica é sempre levar o prato ao forno em temperatura ambiente.

Outro ponto que faz muita diferença é pré-aquecer o forno entre 200 e 220°C por 10 minutos antes de colocar sua receita. 

3: Escolha o queijo certo

O queijo vai influenciar diretamente na textura do seu gratinado. Para cada tipo de receita, vale investir num tipo diferente de queijo.

O mais utilizado para gratinar é a mussarela – mas outros tipos também ganham espaço na cozinha para incrementar a receita. O gruyère e o emmental, por exemplo, costumam ser utilizados em receitas de gratinados para dar um sabor um pouco mais acentuado aos pratos. O queijo minas também está entre os favoritos, pois possui uma textura mais macia e derrete com mais facilidade.

Cuidado com sua escolha, pois alguns queijos não possuem a consistência ideal para gratinar. É o caso do queijo fresco, que não derrete completamente e acaba não oferecendo a textura ideal para um gratinado perfeito. 

4: Capriche no molho

Um gratinado perfeito não pode ter economia no molho. Isso garante uma receita apetitosa e evita que o prato fique ressecado. Seja vermelho, branco ou rosé, o molho deve ser bem encorpado e harmonizar com todos os temperos da receita. 

5: Utilize a forma correta

O recipiente escolhido para fazer seu gratinado faz toda diferença. Por isso, a recomendação é utilizar as assadeiras de alumínio descartáveis Wyda, que podem sair do forno e ir direto para a mesa.

Resistente, ela mantém o calor não só durante o cozimento mas também fora do forno – garantindo um gratinado quentinho no momento da refeição. A dica é escolher os modelos que garantam pelo menos 3cm de borda para que nada derrame no forno.

Gostou das nossas dicas? Agora é hora de colocar em prática e fazer um gratinado de dar água na boca. Aproveite as promoções da nossa loja virtual e faça já o seu pedido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registration

Forgotten Password?