5 dicas úteis para montar seu negócio de marmitas

5 dicas úteis para montar seu negócio de marmitas

Se você quer saber como começar um negócio de marmitas, saiba que esse é um ramo que vem crescendo muito nos últimos anos. Mas para ter sucesso, é preciso boas estratégias de como vender e um ótimo planejamento. Por sorte, reunimos 5 dicas úteis para te ajudar nessa jornada. Vamos lá?

1. Calcule as finanças

A primeira etapa é estudar bastante o segmento e, a partir daí, começar seu planejamento financeiro. É importante ter uma cozinha completa com todos os produtos necessários e indispensáveis para se ter bons resultados.

Coloque na ponta do lápis cada um dos custos e despesas iniciais. Some o valor dos alimentos, embalagens, gás, luz, gastos com meios de entrega (gasolina, passagem de transporte público, serviço de delivery) e mídias sociais.

2. Cardápio

A alimentação saudável é um estilo de vida que, para algumas pessoas, é mais difícil de se acostumar. E é exatamente nesse problema que você irá atuar. Se você quer saber como fazer marmitas congeladas para vender, é importante planejar uma boa variedade de receitas e composições de pratos, que devem ser coloridos e repletos de nutrientes.

O diferencial desse ramo é oferecer a maior variedade de marmitas fitness que puder e der conta de fazer. Dentro do cardápio ainda é possível disponibilizar marmitas fitness vegetarianas, veganas e low carbs.

É através desses cálculos que você saberá exatamente o valor de cada marmita produzida, sem correr o risco de perder dinheiro ganhando muito pouco ou de ficar sem clientes por praticar preços excessivos.

3. Embalagem

Outro grande ponto de destaque de uma marmitaria fitness são as embalagens. É imprescindível entregar um produto de qualidade, bem apresentado e que dê ao consumidor final, a facilidade para ingerir seu produto. As embalagens de alumínio da Linha Retangular da Wyda são grandes apostas, por serem versáteis, com diversos tamanhos e capacidades, resistentes, seguras no transporte e, ainda, oferecem praticidade ao consumir já que podem ser levadas do freezer ao micro-ondas.

São vários os tamanhos com tampas cartões aluminizados ou PETs, além de opções com divisórias internas, que podem fazer do seu negócio um sucesso arrebatador. Outro fator importante é colocar etiquetas com informações sobre cada marmita (validade, peso e composição).

4. Negócio regularizado

Qualquer tipo de negócio pode começar pequeno. Contudo, por mais inicial e caseiro que seja, a regulamentação é uma etapa importante.

Além de abrir uma empresa nos órgãos competentes de sua cidade e reconhecer firma, fique esperto quanto às exigências da Vigilância Sanitária. Os alimentos devem ser preparados em ambientes higienizados e acondicionados em um lugar adequado, como uma geladeira própria ou freezer industrial, por exemplo.

5. Mídias sociais

Se deseja vender muito, você precisa estar aos olhos do público. Para isso, invista nos canais digitais como plataformas de delivery, no Ifood ou Rappi, por exemplo, redes sociais, em especial Instagram e Facebook e site próprio.

Mais do que criar contas, busque tornar tudo personalizado e alimentado, com publicações frequentes, fotos autorais e de qualidade, dicas úteis e interação com seus seguidores.

E aí, gostou das dicas? Continue explorando nosso blog para conhecer mais conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registration

Forgotten Password?