Aprenda a fazer um bom peixe assado

Aprenda a fazer um bom peixe assado

Aprenda a fazer um peixe assado

De rápido cozimento, o peixe pode se tornar um prato desafiador para muitos. Afinal, sem o tempo certo de forno ele pode ficar seco, sem sabor, ou até mesmo cru. 

Mas com algumas dicas, esse prato tão amado pelos brasileiros vai dar um toque especial e pra lá de saudável à sua refeição. Confira agora algumas dicas para um peixe assado perfeito.

Cuidados na compra

Se a sua escolha é por um peixe fresco, vale prestar atenção na hora da escolha. Verifique se os olhos estão claros, brilhantes e levemente salientes e que as brânquias rosa ou vermelhas. Se os olhos estiverem afundados, nublados ou rosados ​​e as brânquias cinza, o peixe não está bom.

Nada de exagerar na gordura

O peixe é uma proteína que possui óleos naturais e com isso, não é preciso adicionar tanta gordura para se assado. Para isso, vale adicionar um pouco de manteiga ou óleo sobre o peixe antes de assá-lo – mas sem exagerar.

Atenção ao descongelamento

O peixe congelado precisa de muito cuidado para ir ao forno. É preciso garantir que o peixe seja descongelado adequadamente para obter os melhores resultados de sua receita. Para descongelar o peixe, deixe-o nas prateleiras inferiores da geladeira de 8 a 12 horas. E nada de recorrer ao micro-ondas para acelerar o processo. 

Cronometre o tempo de forno

Como falamos anteriormente, o peixe costuma assar muito rápido no forno – e por isso é fundamental seguir as orientações de tempo e temperatura. Se você deixar o peixe no forno por alguns minutos a mais do que o proposto, isso pode significar a diferença entre um pedaço de peixe úmido e de outro um pouco seco. A dica é marcar no relógio e desligar o forno no tempo correto.

Invista na marinada

Quer realçar o sabor dos filés antes de levar ao forno? Uma boa marinada nunca falha. Para isso, coloque nos filés um pouco de sal e limão  antes de cozinhar para obter uma carne mais firme, um sabor fresco e facilitar o manuseio. 

Outra dica muito utilizada é mergulhar o peixe na água com vinagre antes de assá-lo para torná-lo mais doce, macio e manter sua forma melhor. Vinhos brancos, frutas como limão e laranjas e temperos como lemon-pepper, tomilho e pimenta também combinam muito com marinadas.

Faça uma cama de temperos

A pele do peixe é uma parte disputada por muitos, mas no forno muitas vezes ela acaba grudando na assadeira. Para evitar o problema, que pode inclusive queimar o peixe, a dica é colocar a peça em uma cama de cebola, aipo ou legumes. Isso faz com que o peixe fique inteiro ao removê-lo da assadeira – além de proporcionar um sabor extra.

Outra dica para não grudar, é o uso do Papel Assalight Wyda, com ele a pele do peixe não gruda, tornando mais prático o preparo e saboroso. 

Utilize formas de alumínio

Outra alternativa que vai ajudar na praticidade e até a manter o peixe aquecido por mais tempo na mesa é usar as assadeiras descartáveis de alumínio Wyda – ideais para assar o seu peixe corretamente. 

Resistente a altas temperaturas, o material é reciclável e facilita a organização após a refeição. Pensou em sabor e praticidade, pensou Wyda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registration

Forgotten Password?